Conecte-se Conosco

Copa do Brasil

Veja os resultados dos jogos de ontem pela Copa do Brasil

Roy Junior

Publicado

em

Publicidade

O atacante Bruno Henrique deu mais uma prova de que começa a recuperar sua melhor forma ao marcar o gol que garantiu a vitória de 2 a 1 do Flamengo sobre o Athletico-PR, na noite desta quarta-feira (5) no estádio do Maracanã, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil. A Rádio Nacional transmitiu a partida ao vivo.

O resultado garante uma vantagem mínima para o time comandado pelo técnico argentino Jorge Sampaoli na volta, que será disputada a partir das 21h30 (horário de Brasília) da próxima quarta-feira (12) na Arena da Baixada, em Curitiba. O empate é do Flamengo. Em caso de triunfo do Furacão por um gol de diferença, a vaga será definida nas penalidades máximas. Para avançar nos 90 minutos, o time do Paraná terá que triunfar com uma vantagem de dois ou mais gols.

Jogando fora de casa, o Athletico-PR mostrou que é um time muito perigoso, ao abrir o placar logo aos seis minutos do primeiro tempo, quando Vitor Roque ganhou disputa pelo alto com Pulgar e Canobbio aproveitou para partir em velocidade e bater na saída de Matheus Cunha. A partir daí a pressão do time da Gávea aumentou muito, mas o placar só voltou a ser alterado na etapa final.

O empate veio aos 9 minutos do segundo tempo, com o centroavante Pedro em cobrança de pênalti. Porém, o herói da noite foi Bruno Henrique, que, após entrar em campo aos 20 minutos, marcou o gol da vitória cinco minutos depois, quando, após Arrascaeta levantar a bola na área, ganhou no alto de Fernandinho para cabecear para vencer o goleiro Bento.
Este gol decisivo é mais uma prova de que o atacante começa a recuperar sua melhor forma após ficar 10 meses afastado dos gramados para se recuperar de uma grave lesão no joelho direito.

Vantagem do São Paulo
Graças a um belo gol do lateral Rafinha, o São Paulo bateu o Palmeiras por 1 a 0 no estádio do Morumbi também nesta quarta. A vitória dá ao Tricolor a vantagem de conseguir a classificação mesmo com um empate na próxima quinta-feira (13) no Allianz Parque. Vitória do Verdão por um gol de diferença leva para os pênaltis. O time do técnico português Abel Ferreira só garante a classificação nos 90 minutos em caso de triunfo por dois ou mais gols de diferença.

Em um Choque-Rei muito disputado com oportunidades de lado a lado, o lance capital aconteceu aos 36 minutos da etapa final, quando Wellington Rato rolou para Rafinha, que acertou uma bomba que morreu no ângulo do gol defendido por Weverton.

Coelho sai na frente
Outra equipe a triunfar pelo placar mínimo foi o América-MG, que derrotou o Corinthians por 1 a 0 na Arena Independência, em Belo Horizonte. O resultado foi importante para o Coelho, que, jogando em Itaquera na volta no dia 15, se classifica até mesmo com uma igualdade.
Com a bola rolando, o Timão fez uma boa apresentação, com volume de jogo e chances claras marcadas, mas faltou competência para colocar a bola no fundo do gol. Já o América-MG foi eficiente aos 31 minutos do primeiro tempo, quando o volante Juninho recebeu passe em profundidade para ficar livre para bater na saída do goleiro Cássio.

Empate em Salvador
As primeiras equipes a entrarem em campo pelas quartas de final da Copa Libertadores foram Bahia e Grêmio, que ficaram no 1 a 1 em partida disputada na noite da última terça-feira (4) na Arena Fonte Nova, em Salvador.
Após este resultado, quem vencer na volta, que será disputada a partir das 19h da próxima quarta-feira em Porto Alegre, fica com a vaga nas semifinais. Em caso de nova igualdade a classificação será definida na disputa de pênaltis.

Jogando em casa, o Bahia dominou as ações e saiu na frente logo no primeiro minuto do segundo tempo, após rápida jogada de contra-ataque, na qual Ademir cruzou rasteiro para Everaldo, que bateu colocado para superar Gabriel Grando. Mas o Tricolor, que não contou com o uruguaio Luis Suárez (que sentiu um incômodo no aquecimento) conseguiu arrancar o empate já nos acréscimos com Cuiabano.

Publicidade

Fonte: Agência Brasil

Comente usando o Facebook

Publicidade

O Portal Roy NEWS acredita no Jornalismo comprometido com a verdade dos fatos e com a ética, trazendo sempre os principais fatos de Paranavaí e região, além dos destaques nacionais e da mídia.

Clique Para Comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma Resposta

Copa do Brasil

Copa do Brasil: definidos por sorteio os 40 jogos únicos da 1ª fase

Roy Junior

Publicado

em

Publicidade

A CBF definiu por sorteio na tarde desta terça-feira (30) os 40 confrontos eliminatórios da primeira fase da Copa do Brasil, que começa em 21 de fevereiro. A etapa inicial reúne 80 dos 92 clubes do torneio – o restante entra na terceira fase, que terá jogos de ida e volta. O calendário com datas e horários da partida ainda serão divulgados pela CBF.

Logo na primeira chave, o Cruzeiro, maior campeão da Copa do Brasil (seis títulos), foi sorteado para estrear contra o Sousa-PB, na cidade que dá nome ao clube. De acordo com o regulamento do torneio, os times mais bem colocados no Ranking Nacional de Clubes (RNC) estreiam fora de casa, mas levam a vantagem do empate para avançar à segunda fase. Esse também o caso do Corinthians que visitará na estreia o Cianorte-PR; do Fortaleza que pegara o Fluminense-PI e do Bahia que irá até São Luís enfrentar o Moto Club.

Entres os times estreantes, está o Audax-Rio, clube de Angra dos Reis (RJ) que debutará na Copa do Brasil jogando em casa contra a Portuguesa-RJ, clube carioca da Ilha do Governador, bairro da zona norte da capital. Também haverá clássico tocantinense: o estreante Capital recebe o Tocantinópolis na primeira fase. Os demais estreantes são Água Santa, de Diadema (SP), Amazonas-AM, campeão da Série C do Brasileiro 2023; Manauara-AM; Olaria-RJ; Grêmio Atlético Sampaio-RR; Itabuna-BA; e Petrolina-PE.

Os dois vencedores de cada grupo da primeira fase (são ao todo 20, com quatro times cada) avançam à etapa seguinte, também eliminatória (jogo único). No entanto, no caso de empate, a definição da partida ocorrerá em cobrança de pênaltis. A partir da terceira fase, estarão juntos os times classificados e também os 2 clubes restantes: Palmeiras, Grêmio, Atlético-MG, Flamengo, Fluminense, São Paulo, Botafogo e RB Bragantino (representantes brasileiros na Copa Libertadores deste ano), além de Athletico-PR (nono lugar na Série A do Brasileirão 2023), Ceará (campeão da Copa do Nordeste), Goiás (campeão da Copa Verde) e Vitória (campeão da Série B).

Fonte: Agência Brasil

Publicidade

Comente usando o Facebook

Publicidade
Continue Lendo

Copa do Brasil

Libertadores: Palmeiras e Boca Juniors não saem do 0 a 0 na Argentina

Roy Junior

Publicado

em

Publicidade

O primeiro capítulo do confronto entre Palmeiras e Boca Juniors (Argentina) em busca de uma vaga na final da Copa Libertadores terminou em empate sem gols, na noite desta quinta-feira (28) no estádio da Bombonera, em Buenos Aires. A Rádio Nacional transmitiu a partida ao vivo.
Agora as equipes voltam a se encontrar na próxima quinta-feira (5), no Allianz Parque, em São Paulo, para definir quem enfrenta Fluminense ou Internacional na grande decisão da principal competição de clubes da América do Sul. O Tricolor e o Colorado ficaram no 2 a 2 na última quarta-feira (27) no estádio do Maracanã.

Publicidade

Diante de um Boca que era empurrado por sua apaixonada torcida, o time comandado pelo técnico português Abel Ferreira pouco fez no primeiro tempo e viu a equipe argentina chegar com perigo em algumas oportunidades, com destaque para duas finalizações de cabeça do uruguaio Cavani, aos 15 e aos 46 minutos.
A etapa final teve um roteiro muito parecido, e o Boca Juniors chegou a colocar uma bola no fundo do gol defendido por Weverton aos 13 minutos com Merentiel, mas o lance acabou anulado por causa de falta em Marcos Rocha. A partir daí o goleiro palmeirense teve trabalho, mas conseguiu manter o placar inalterado até o apito final.

Fonte: Agência Brasil

Comente usando o Facebook

Publicidade
Continue Lendo

Copa do Brasil

São Paulo segura o Fla e conquista título inédito da Copa do Brasil

Roy Junior

Publicado

em

Publicidade

Com alguma dose de sofrimento, diante de mais de 62 mil pagantes no Morumbi, o São Paulo empatou com o Flamengo por 1 a 1 neste domingo (24) e, pela primeira vez em 93 anos de história, sagrou-se campeão da Copa do Brasil. O tricolor, campeão de praticamente tudo que havia disputado (Paulista, Brasileiro, Libertadores, Mundial, entre outros torneios) agora garante vaga na Libertadores da América de 2024. No duelo de volta, após vitória do São Paulo na ida por 1 a 0, Bruno Henrique abriu o placar para o Flamengo e Rodrigo Nestor igualou para os donos da casa, o que acabou se tornando o gol do título. Os gols dois gols foram marcados na reta final do primeiro tempo.

Tomados pela ansiedade e otimismo pelo título que se aproximava, os torcedores são-paulinos encheram o estádio e fizeram grande festa antes de a bola rolar. Quando o jogo começou, o Flamengo não demorou para assustar. Já no primeiro minuto, Pedro foi lançado pela esquerda, mas foi bloqueado pelo goleiro Rafael na hora da finalização.

Também no início, o zagueiro Arboleda sentiu dores na coxa esquerda e acabou substituído por Diego Costa. O começo turbulento para o São Paulo foi acompanhado de um Flamengo mais incisivo, que precisava da vitória de qualquer forma.

Lucas, com belo voleio, teve boa chance pelo São Paulo. No entanto, na reta final da primeira etapa, as coisas ficaram mais movimentadas. Aos 43, Pulgar recebeu na direita e chutou cruzado. O goleiro Rafael desviou de leve, a bola bateu na trave e foi empurrada para as redes por Bruno Henrique, atento ao rebote.
No entanto, o time de Sampaoli mal teve tempo para comemorar a vantagem. Nos acréscimos, Wellington levantou na área, Rossi afastou de soco para a entrada da área e Rodrigo Nestor, de primeira, chutou forte para empatar.

Segunda etapa
No segundo tempo, mais 45 minutos até a definição do campeão, as posturas dos dois times ficaram ainda mais claras. O São Paulo buscando se defender e explorar os contra-ataques e o Flamengo tentando o gol a todo custo.

Aos oito, Gerson fez boa jogada e chutou. O desvio em Beraldo impediu que a bola encontrasse o destino do gol, que parecia certo. Aos 22, Arrascaeta cruzou na área e Léo Pereira finalizou para fora.
O Fla seguiu pressionando e perdeu outra boa chance com Arrascaeta. O São Paulo não conseguia encaixar um contra-golpe, mas em rara investida de sucesso, Lucas deixou Luciano (que entrara pouco antes) na cara do gol. Acossado por Ayrton Lucas, ele chutou para fora.

Nos minutos finais, já no desespero, o Flamengo desperdiçou mais duas grandes chances. Primeiro, Pulgar, livre quase na pequena área, chutou por cima após jogada pela direita. Depois, Ayrton Lucas conduziu até o meio da área e chutou de direita. Rafael caiu no canto direito para segurar.
O empate – e o título – foram confirmados após dez minutos de acréscimo, segundos após a expulsão do uruguaio Gabriel Neves. A torcida explodiu de alegria e o técnico Dorival Júnior, demitido mesmo após ser campeão da mesma competição (além da Libertadores) pelo Flamengo no ano passado, se dividiu entre comemorar a conquista e consolar os ex-comandados.

O São Paulo, que viveu período pouco vitorioso desde o último título brasileiro em 2008 (venceu a Sul-Americana em 2012 e o Paulista em 2021), pôde enfim comemorar a falta desse item em sua lista de conquistas. A temporada já está marcada na história do clube.
O Flamengo encara a possibilidade concreta de terminar o ano sem títulos. Em 2023, mesmo participando de Mundial de Clubes, Supercopa do Brasil, Recopa Sul-Americana, Campeonato Carioca, Copa do Brasil e Libertadores da América, o time ainda não sabe o que é ser campeão. Resta ainda o Campeonato Brasileiro, no qual figura na sétima posição, 11 pontos atrás do líder Botafogo, restando 14 rodadas.

Fonte: Agência Brasil

Publicidade

Comente usando o Facebook

Publicidade
Continue Lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Policial

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais Lidas