Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar

sábado, 21 de maio de 2022

Prefeitura de Curitiba recomenda volta do uso de máscaras em locais fechados

A piora nos indicadores da pandemia também levou escolas da capital a sugerirem a utilização do equipamento nas instituições
Diante do expressivo aumento no número de casos de covid-19 em Curitiba, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) voltou a recomendar o uso de máscaras em locais fechados ou ambientes com aglomeração. Segundo a pasta, a orientação acontece também devido à pressão enfrentada pelo sistema de saúde por conta do aumento do atendimento por outras doenças respiratórias.

Em uma semana, o número de pessoas na fase ativa da doença dobrou na capital. No dia 13 de maio eram 5.964 pessoas com potencial de transmissão do vírus, enquanto nesta sexta (20), são 10.419. A última vez que Curitiba atingiu mais de 10 mil casos ativos da doença foi em 23 de fevereiro deste ano. Os dados são do Painel Covid-19 da prefeitura.
Segundo o portal, a média móvel de casos subiu 171% em relação há duas semanas, com 1.466 confirmações. A média móvel de casos ativos de covid-19 também registrou um aumento de 299% em relação ao período anterior, quando havia 2.662 casos. Em ascensão está também a taxa de positividade dos testes, que foram de 17,3% em abril para 29,7% em maio.

O boletim mais recente divulgado pela SMS nesta sexta-feira (20) mostra que Curitiba registrou 1.756 novos casos e duas mortes pela doença. No total, a capital contabiliza 444.075 casos e 8.264 óbitos. Há sete pacientes internados em leitos de UTI SUS Covid-19, uma ocupação de 47% do total de 15 leitos, enquanto há oito pacientes em leitos de enfermaria, uma ocupação de 32% do total dos 25 leitos.
Além da covid-19, a SMS informou que a capital tem registrado aumento nos atendimentos realizados pela rede municipal de saúde de pessoas contaminadas por outros vírus. Na última semana epidemiológica avaliada pelo Comitê de Técnica e Ética Médica (de 8 a 14 de maio), foram registrados 13.665 atendimentos por sintomas respiratórios em geral – 10% acima do teto da média histórica para esse período, que seria de no máximo de 12.427.

A indicação para o uso do equipamento de proteção, disposta no Protocolo de Responsabilidade Sanitária e Social de Curitiba para Doenças de Transmissão Respiratória, vale para transporte coletivo, terminais, estações-tubo, shows, jogos, shoppings, lojas, supermercados, escolas, entre outros. A utilização obrigatória segue para estabelecimentos de saúde e pessoas com sintomas respiratórios.
Escolas alertam famílias sobre riscos

Na rede privada de ensino, os colégios começaram recomendar o uso de máscaras a todos que frequentarem o ambiente escolar no início deste mês. Pelo menos cinco instituições privadas já encaminharam o alerta aos familiares dos estudantes.

“Com a chegada do outono e a queda das temperaturas, há um aumento considerável das doenças infectocontagiosas. Apesar da suspensão da obrigatoriedade no estado, o uso de máscaras continua sendo uma medida eficaz para controlar a transmissão desse tipo de doença”, diz o comunicado oficial do Grupo Positivo, enviado às famílias nesta sexta.
Após a suspensão de uma turma inteira por conta de contaminações pelo coronavírus, a Escola Projeto 21 reforçou a recomendação do uso de máscaras que já havia encaminhado nos primeiros dias de maio. “Estamos atualmente com um aumento considerável de crianças e adolescentes com enfermidades relacionadas ao trato respiratório, além da Covid, que ainda está presente.”

O Colégio Bom Jesus também orientou que pais e responsáveis incentivem os filhos a utilizarem máscaras na escola nas próximas semanas. “Além da covid-19, a máscara protege (tanto a pessoa que a usa, como as pessoas próximas) contra outros vírus atualmente em circulação, como influenza, adenovírus, vírus sincicial respiratório, rinovírus, coxsackievírus, entre outros.”Pelo menos cinco colégios recomendam a volta do uso do equipamento no ambiente escolar.

O Sindicato das Escolas Particulares (SINEPE/PR) foi procurado, mas não retornou até o fechamento da reportagem.

Em relação à rede pública de ensino, a Secretaria Municipal de Educação (SME) informou que as escolas seguirão as novas orientações da prefeitura a respeito do uso de máscaras em ambientes fechados.
Fonte-Plural Curitiba Por Cecília Zarpelon

RoyNews

Nenhum comentário

Postar um comentário

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488
close button
Anuncie