Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar

segunda-feira, 1 de novembro de 2021

Covid-19- Nesta segunda e terça não haverá aplicação de vacinas em Paranavaí

Em virtude do recesso nesta segunda-feira,1° de novembro e ao feriado de finados desta terça-feira 2 de novembro a vacinação contra Covid-19 que é realizada no Centro de Eventos de Paranavaí foi interrompida.

A ação de vacinação em massa voltará na quarta-feira das 08h as 13h
Cronograma – Resumidamente, da quarta-feira,3 de novembro;

- 1ª dose: pessoas maiores de 12 anos, com ou sem comorbidades;

- 2ª dose: todos os imunizantes (Astrazeneca, Coronavac e Pfizer), de acordo com o prazo indicado no Cartão de Vacina;

- 3ª dose: pessoas idosas com 67 anos ou mais (vacinados com a 2ª dose há no mínimo seis meses); pessoas maiores de 18 anos com alto grau de imunossupressão (vacinados com a 2ª dose há no mínimo 28 dias); e profissionais de Saúde da linha de frente da pandemia (vacinados com a 2ª dose há no mínimos seis meses).

Lembrando que, em qualquer caso, as pessoas que foram positivadas para Covid-19 há menos de 30 dias, não poderão ser imunizadas neste momento.
1ª dose – Para receber a 1ª dose da vacina contra Covid-19, basta ir até o Centro de Eventos e apresentar um documento de identificação com foto, CPF, Cartão SUS e Cartão de Vacina.

A exemplo de qualquer atendimento realizado para menores de idade, para receber a dose da vacina os adolescentes devem, obrigatoriamente, estar acompanhados de um adulto responsável.
2ª dose – Para receber a 2ª dose dos três imunizantes disponíveis (Astrazeneca, Coronavac e Pfizer), é necessária a apresentação de documento de identificação com foto, CPF, Cartão SUS, Cartão de Vacina e Cartão de Gestante (para grávidas e puérperas).

Para a aplicação da 2ª dose, deve-se respeitar a data indicada no Cartão de Vacina.
3ª dose – Para receber a 3ª dose, os idosos com mais de 67 anos devem apresentar documentos pessoais e Cartão de Vacina comprovando a aplicação das duas doses anteriores. Lembrando que, para os idosos com mais de 67 anos, o intervalo para a dose de reforço deverá ser de, no mínimo, 6 meses após a imunização com a 2ª dose.

No caso de idosos com mais de 67 anos que estejam acamados, as terceiras doses serão aplicadas nos domicílios pelas equipes do ESF (Estratégia Saúde da Família).
Já as pessoas maiores de 18 anos que se enquadram no grupo de alto grau de imunossupressão devem apresentar documento pessoal com foto, Cartão de Vacina com a comprovação da aplicação das duas primeiras doses, e uma Declaração Médica autorizando a vacinação, assinada e carimbada pelo médico responsável, conforme modelo em anexo disponibilizado pela 14ª Regional de Saúde.

Lembrando que, para as pessoas com alto grau de imunossupressão, o intervalo para a dose de reforço deverá ser de, no mínimo, 28 dias após a imunização com a 2ª dose.
Com relação aos profissionais de Saúde que trabalham na linha de frente da pandemia, neste momento serão vacinados com a 3ª dose apenas aqueles que se enquadram nos seguintes subgrupos descritos no Plano Estadual de Imunização:

- Trabalhadores vacinadores/aplicadores da vacina contra a Covid-19;

- Trabalhadores de Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI);

- Trabalhadores de hospitais e serviços de urgência e emergência (UPA, Samu, Siate), de referência Covid-19, Clínicas de Diálise e serviços de Oncologia (exceto profissionais das áreas administrativas);

- Trabalhadores de Centros de Atendimento à Covid-19.

Para receber a dose de reforço, basta que os profissionais de Saúde se dirijam até o Centro de Eventos e apresentem: documento de identificação com foto, CPF, Cartão SUS, Cartão de Vacina, Carteira Profissional da Categoria (para comprovação de atuação na área) e um comprovante de vínculo empregatício com CNPJ da empresa.

Lembrando que, para receber a 3ª dose, os profissionais de Saúde que trabalham na linha de frente da pandemia devem ter sido imunizados com a 2ª dose há pelo menos 6 meses.
Atualização do Cartão SUS – Como informado desde o início da ação de imunização contra Covid-19, todas as pessoas que forem receber doses da vacina, de qualquer imunizante, devem apresentar o Cartão SUS atualizado.

O Cartão SUS deve ser atualizado em dois casos: caso haja mudança de endereço, especialmente de cidade; e quando o cartão não inicia com o número 7.
A atualização do Cartão SUS pode ser feita diretamente na UBS de referência ou ainda pela internet, através do aplicativo Conecte SUS. Através do aplicativo, também é possível manter uma versão digital do seu Cartão SUS, sem necessidade de impressão.

Anexos

Modelo Atestado Medico - pessoas com alto grau de imunossupressao [ anexo ]
Ass.Pref

RoyNews

Nenhum comentário

Postar um comentário

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488
close button
Anuncie