Menu Right

Top Social Icons

Error

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar
PARANAVAÍ Previsão do Tempo

quinta-feira, 15 de julho de 2021

Auxílio Emergencial 2021: Governo antecipa pagamento da quarta parcela; veja novo calendário

Assim como ocorreu com a segunda e a terceira parcelas do benefício, calendário de pagamentos e saques da quarta parcela foi antecipado para público em geral; nada muda para beneficiários do Bolsa Família

Aplicativo do auxílio emergencial — Foto: Agência Brasil

O governo antecipou o calendário da quarta parcela do auxílio emergencial 2021 e mudou as datas para pagamentos e saques para o público cadastrado no programa pelo site, aplicativo e pelo Cadastro Único do governo (CadÚnico), assim como ocorreu na segunda e terceira parcelas.

O novo calendário oficial da parcela 4 do auxílio emergencial 2021, publicado nesta quinta-feira (15 de julho) no Diário Oficial da União, terá início em 17 de julho (sábado), para os nascidos em janeiro - antes era em 23 de julho - e término em 30 de julho para os aniversariantes de dezembro - antes era em 22 de agosto. (veja calendário completo abaixo)

O calendário de saques em dinheiro e transferências para outros bancos também mudou. Os beneficiários vão poder tirar o dinheiro de 02 a 18 de agosto - na versão original do calendário, os saques seriam permitidos entre 13 de agosto a 10 de setembro.


Calendário da quarta parcela do auxílio emergencial é antecipado — Foto: Reprodução / Diário Oficial da União
Nada muda para quem tem Bolsa Família

A quarta parcela do auxílio emergencial 2021 começa a ser paga em 19 de julho (segunda-feira) para os beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF).

Para quem recebe o Bolsa Família, o pagamento segue a ordem do número final do NIS, sempre em dias da semana. Para os demais, o auxílio é pago de acordo com o mês de aniversário do beneficiário. Os pagamentos para o Bolsa Família vão até 30 de julho (veja calendários completos abaixo).

O valor da quarta parcela do auxílio emergencial 2021 permanece o mesmo: uma cota R$ 150 para famílias de uma só pessoa, R$ 250 para famílias de duas ou mais pessoas e R$ 375 para mãs chefes de família monoparental.
Auxílio emergencial 2021 - Calendário do Bolsa Família

Data de pagamento Quem recebe
19 de julho Beneficiários com NIS de final 1
20 de julho Beneficiários com NIS de final 2
21 de julho Beneficiários com NIS de final 3
22 de julho Beneficiários com NIS de final 4
23 de julho Beneficiários com NIS de final 5
26 de julho Beneficiários com NIS de final 6
27 de julho Beneficiários com NIS de final 7
28 de julho Beneficiários com NIS de final 8
29 de julho Beneficiários com NIS de final 9
30 de julho Beneficiários com NIS de final 0

Fonte: Ministério da Cidadania
O auxílio emergencial 2021 foi prorrogado até outubro

O auxílio emergencial 2021 foi prorrogado até outubro - com mais três parcelas. O governo manteve as regras sobre quem tem direito a receber o benefício e o valor pago desde abril e criado pela Medida Provisória (MP) 1.039; R$ 150 para famílias de uma só pessoa, R$ 250 para famílias de duas ou mais pessoas e R$ 375 para mães chefes de família monoparental.

A prorrogação do pagamento do benefício não permitirá a inscrição de novos beneficiários a exemplo do que ocorreu nas quatro primeiras parcelas deste ano. E só quem teve a ajuda federal em 2021 poderá contestar um eventual não recebimento da extensão no site da Dataprev, que você acessa clicando aqui.

Quem vai receber a quarta parcela do auxílio emergencial 2021

Assim como aconteceu com a prorrogação do auxílio emergencial em 2020, a Dataprev fará antes de cada novo pagamento uma nova checagem de dados para saber se quem recebeu alguma parcela continua se enquadrando nos critérios para receber as demais.

Para saber se você terá direito ao pagamento da terceira parcela basta checar no Portal de Consultas da Dataprev.
No site, o beneficiário deverá informar nome completo, Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), nome da mãe e data de nascimento. O ministério lembra ainda que as novas regras do auxílio emergencial não permitem novos cadastros.

O auxílio emergencial 2021 será concedido ao trabalhador que estava recebendo, em dezembro de 2020 e que cumpra as regras publicadas na Medida Provisória 1039.
Quem recebe o Bolsa Família e os inscritos no CadÚnico (Cadastro Único) não precisam fazer a pesquisa no site e não vão constar na lista da Dataprev. Nesses casos, as parcelas vão ser depositadas automaticamente - desde que o beneficiário atenda os critérios de elegibilidade do auxílio.
Fonte- G1 Por Daniel Cristóvão, Valor Investe — São Paulo

RoyNews

Nenhum comentário

Postar um comentário

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488