Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar
Anuncie

sexta-feira, 28 de maio de 2021

Chefe da Vigilância Sanitária de Porto Rico é agredida durante fiscalização

A chefe do setor de Vigilância Sanitária de Porto Rico, Andréia Crispilho, durante o trabalho de fiscalização do cumprimento do Decreto Municipal na noite de ontem (27), foi agredida por um cliente de um estabelecimento comercial da cidade.A fiscalização da Vigilância Sanitária para o cumprimento do Decreto Municipal, que prevê regras de prevenção da transmissão do covid-19 foi intensificada nas últimas semanas.
O caso de agressão aconteceu por volta das 22h20 de ontem (27), em um espetinho da cidade, quando a servidora orientou o dono do estabelecimento a encerrar as atividades, um dos clientes começou a xingar a chefe da Vigilância Sanitária com palavrões e em seguida investiu contra a servidora.
“Foi uma situação bastante complicada, fui agredida verbalmente e só não fui fisicamente porque um outro rapaz, que presenciou a fúria do homem, interveio”, destacou Andréia que salienta que o trabalho de fiscalização continua e com mais intensidade.
Por sorte, um outro cliente, conteve o agressor o empurrando para longe da servidora, que ficou abalada com o episódio. Em seguida foi acionada a Polícia Militar, que esteve no local e lavrou o Boletim de Ocorrência para providências cabíveis contra o agressor.
Lembrando que agressão é crime! desacatar servidor público no ato da sua função é crime! descumprir as regras do Decreto em vigor também é crime!.
A fiscalização é feita em toda a cidade, visando à saúde de todos os moradores. É importante que os comerciantes também fiquem atentos às normas e horários determinados nos Decretos municipal e do estado. Confira algumas imagens da fiscalização de ontem. 
 
Ass.Pref Porto Rico

RoyNews

Um comentário

  1. "Descumprir as regras do Decreto Municipal é crime". Há que se lembrar também que abuso de autoridade também é crime. As autoridades públicas estão indo para um caminho ditatorial nesse sanha anticientífica de acreditar que lockdown e toque de recolher resolve alguma coisa. A comprovação científica é clara: não resolve. Mas as autoridades precisam mostrar autoridade contra os contribuintes, investindo contra o principal direito humano: a liberdade.

    ResponderExcluir

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488
close button
Anuncie