Menu Right

Top Social Icons

Error

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar
PARANAVAÍ Previsão do Tempo

quinta-feira, 8 de abril de 2021

Governo do Paraná e municípios ajustam estratégias para acelerar vacinação contra a Covid-19

O Governo do Paraná reuniu nesta quarta-feira, por videoconferência, prefeitos, secretários municipais de saúde, diretores de Regionais de Saúde e da Casa Civil para intensificar a vacinação contra a Covid-19. 
O Estado aguarda para os próximos dias uma nova remessa de vacinas do Ministério da Saúde. Na semana passada, o Paraná recebeu 525 mil e 457 doses de imunizante, sendo a maior parte destinada para a segunda dose, completando o esquema vacinal daqueles que já receberam a primeira, e mais um quantitativo destinado ao início da vacinação de idosos de 65 a 69 anos e trabalhadores das forças de segurança. 
O chefe da Casa Civil, Guto Silva, disse estar confiante a partir da segunda quinzena de abril dar um fluxo ainda maior na vacinação, com a ampliação do horário nos locais e a aplicação de vacinas de domingo a domingo. 
Ele orientou os municípios a não guardarem doses. Guto Silva adiantou que o Governo do Estado vai enviar aos municípios o cronograma de distribuição dessa nova remessa de primeiras doses, que chegarão nos próximos dias, quando também estará em funcionamento, em alguns municípios, a vacinação até a meia-noite. 
Chamada de Corujão da vacinação, a estratégia se soma à campanha de domingo a domingo, com aplicação de vacinas todos os dias da semana.

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, o Paraná é o primeiro Estado que propôs a vacinação de domingo a domingo, chegando a ser um dos que mais vacinou no País já no primeiro final de semana da campanha. 
Ele afirmou ainda que o Corujão vai facilitar a imunização daqueles que trabalham ou que precisam de acompanhante para ir até os locais de vacinação. Durante a reunião, Beto Preto informou que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, sinalizou nesta terça-feira o envio de mais vacinas para o Paraná ainda nesta semana, além de distribuição de mais de 30 milhões de doses para o Brasil nos próximos dias.Até a manhã desta quarta-feira, o vacinômetro da Secretaria de Estado da Saúde indicava que 1 milhão, 214 mil e 126 paranaenses já haviam sido vacinados. 
O percentual de eficiência da aplicação da primeira dose no Estado chega a 92%. O acompanhamento feito pela secretaria da Saúde mostra que quase todos os municípios paranaenses já superam 80% na aplicação das doses recebidas. 
O diretor-geral da secretaria da Saúde, Nestor Werner Junior, disse aos prefeitos que a distribuição de doses do Ministério da Saúde não leva em conta apenas a população, mas a quantidade dos grupos prioritários nos estados. Por isso, o Paraná, que tem cerca de 160 mil habitantes a mais que o Rio Grande do Sul, recebeu menos doses que o estado vizinho. 
Na faixa etária a partir de 60 anos, o Rio Grande do Sul tem quase 370 mil pessoas a mais do que o Paraná e essa diferença se reflete no número de doses enviadas pelo ministério. As vacinas distribuídas pelo Ministério da Saúde têm prazos diferentes para a segunda dose. Para a AstraZeneca/Oxford a recomendação é de reaplicação em três meses. 
Já no caso da Coronavac, o prazo é de 25 dias. Toda a cadeia de distribuição da Secretaria de Estado da Saúde foi adequada para que os municípios possam cumprir os prazos do esquema vacinal. (Repórter: Flávio Rehme)
Fonte- AEN

RoyNews

Nenhum comentário

Postar um comentário

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488