Menu Right

Top Social Icons

Error

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar
PARANAVAÍ Previsão do Tempo

sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

Vigilância alerta para possibilidade de epidemia de dengue em Paranavaí

Os agentes de endemias começam muito cedo a se preparar para o trabalho de campo em Paranavaí. Eles juntam sua bolsa e material de trabalho, organizam o mapa das visitas do dia e saem para as regiões onde vão passar várias horas batendo de casa em casa e vistoriando os quintais em busca de larvas e mosquitos transmissores da dengue. Mas encontrar um criadouro de Aedes aegypti não tem sido tão difícil quanto deveria. Desde o início do ano os agentes retornam à Vigilância todos os dias com uma grande quantidade de tubetes (material usado para coletar amostras) cheios de larvas em vários estágios de desenvolvimento.
“Estamos muito preocupados com a situação de infestação de dengue em Paranavaí. Finalizamos o primeiro LIRA (Levantamento de Índice Rápido do Aedes) do ano com índice de 4,9, o que representa alto risco de infestação. Além disso, temos percebido um ritmo muito acelerado de proliferação das larvas do mosquito transmissor da dengue. 
É assustador e alarmante a quantidade de focos de criadouros que os agentes de endemias têm encontrado e eliminado nas visitas e os depósitos mais comuns de larvas continuam sendo os bebedouros de animais e vasos de plantas. 
Com esse período de chuvas constantes, precisamos que a população se empenhe ainda mais na limpeza de seus quintais e eliminem qualquer recipiente que possa acumular água e se tornar um criadouro para o mosquito. O risco de uma nova epidemia na cidade é grande e, neste momento em que já estamos lidando com a pandemia de Covid-19, seria um fator agravante para a saúde da população”, explica a diretora da Vigilância em Saúde, Keila Stelato.
Nesta última semana, as regiões da Vila Operária, distrito de Sumaré e Silvio Vidal foram as que mais causaram preocupação. “São as áreas que apontaram maior índice de infestação na cidade (entre 6,0 e 6,7) durante a coleta do LIRA e, em uma semana, a situação piorou muito. Se estivéssemos fazendo o levantamento agora, os índices nestes locais seria muito maior do que há uma semana”, enfatiza.
Segundo a secretária de Saúde, Andréia Vilar, “historicamente, a tendência para os próximos meses é que a situação seja agravada por conta da estação das chuvas, combinada com as altas temperaturas. Ou a população desperta e nos ajuda nesta luta contra a dengue, ou um surto grave como o de 2013 vai ser inevitável. Essa não é uma luta apenas nossa, mas de todo cidadão de Paranavaí”, lamenta.
Empenhada em envolver ainda mais a população no combate à dengue, a Vigilância em Saúde organizou para este sábado uma campanha de conscientização. “Estaremos nas ruas da região central conversando com a população, com os lojistas, orientando, passando informações e pedindo o engajamento de todos nesta luta”, frisa a diretora da Vigilância. 
Ass.Pref

RoyNews

Nenhum comentário

Postar um comentário

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488