Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar
PARANAVAÍ Previsão do Tempo

segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Varejistas se reuniram e definiram calendário comercial até maio/2021

Atendendo convocação para a assembleia geral do Sindicato do Comércio Varejista de Paranavaí (Sivapar) e convite da Associação Comercial e Empresarial de Paranavaí (ACIAP), lojistas se reuniram na manhã desta sexta-feira (11) e definiram um calendário comercial até maio de 2021, uma vez que não houve negociação com o Sindicato dos Comerciários (Sindoscom). O setor está sem acordo coletivo desde 1º de junho, o que tem gerado uma certa desorganização no calendário da cidade, especialmente as vésperas de datas especiais.

O presidente do Sivapar, Edivaldo Cavalcanti, explicou que, sem acordo, o empresário se respalda na lei federal e abre a empresa quando quiser, desde que cumpra com as obrigações trabalhistas. Em Paranavaí não há nenhuma lei municipal que proíba datas ou horários de funcionamento do comércio.
Ele disse, ainda, que há um acordo envolvendo outros sindicatos de comerciários que querem benefícios que agora não podem ser concedidos por conta da crise econômica. “A orientação deste grupo é não fechar acordo”, disse Cavalcanti.
Para ouvir os interessados, o Sivapar convocou a assembleia e abriu espaço aos associados da ACIAP. A entidade foi vítima de uma manifestação recente por parte dos comerciários, alguns incentivados pelos próprios patrões. O protesto foi convocado com base na divulgação de um calendário produzido pela ACIAP que era apenas sugestivo.
“A ACIAP agiu certo. Quando você vai vender uma casa por R$ 350 mil, você pede R$ 350 mil? Claro que não. Pede um pouco mais para negociar. A ACIAP sugeriu um calendário que dava margem a negociações. Mas como houve intransigência por parte do outro sindicato, não houve a negociação”, disse Cavalcanti. “Foi uma ação estratégica”, completou.

O presidente do Sivapar disse que cada dia trabalhado a mais gera uma despesa de R$ 170 com o funcionário. Então é importante a organização de um calendário das datas especiais, pois todas as lojas abrindo atrai mais consumidores e compensa o horário especial.
O gerente da ACIAP, Carlos Henrique (Kaká) Scarabelli disse que Paranavaí paga o segundo melhor salário comercial do Paraná e que é prática dos comerciantes valorizar seus funcionários. “Mas este é um ano atípico”. Reforçou que o Sindoscom fez uma manobra política para jogar comerciários e alguns comerciantes contra a entidade patronal, “como se a ACIAP fosse responsável pelo acordo, o que não é verdade. O acordo tem que ser entre o Sivapar e o Sindoscom”, denunciou.
DEBATES – A sugestão de calendário foi debatida pelos lojistas, que fizeram algumas alterações. Em dezembro, o comércio começa a funcionar em horário especial no dia 7 (a sugestão inicial era o dia 4). O Big Bang, antigo Paranavaí Líquida, que estava previsto para fevereiro, foi antecipado para janeiro. E em maio, como o primeiro sábado é feriado (Dia do Trabalho), o comércio vai funcionar no segundo e terceiro sábados até às 17 horas.
Cavalcanti disse que algumas datas definidas para o comércio abrir excepcionalmente podem até não aparecer na publicação oficial, mas que o empresário pode trabalhar respaldado na legislação federal. “Nada impede, também, que o empresário abra em outras datas se cumprir com as leis trabalhistas”, acrescentou.
Na reunião também foi composta uma comissão para tratar de dois assuntos de interesse dos lojistas: a decoração e uma campanha para fomentar o comércio no Natal. Esta comissão deve se encontrar em breve para começar as discussões.


Ass.Sivapar
RoyNews

Nenhum comentário

Postar um comentário

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488