Menu Right

Top Social Icons

Error

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar
PARANAVAÍ Previsão do Tempo

domingo, 6 de setembro de 2020

Tragédia na Delegacia de Paranavaí- Preso mata Investigador e depois se suicida.

Por volta das 20h30 deste sábado(5) policiais militares conduziram o preso Genivaldo Peixoto da Silva,38 anos até a Delegacia de Policia Civil de Paranavaí pelo crime de violação de domicilio e drogas para consumo.
Apos analise dos fatos pelo Delegado Plantonista, o investigador OSAFÁ PEREIRA DA CRUZ informou ao conduzido que os fatos eram delito de menor potencial ofensivo e que não ficaria preso, porem deveria assinar um termo de compromisso e comparecimento no Juizado local, liberando os policiais da ocorrência. 
Por volta das 00h30 servidores da cadeia pública local ouviram vários disparos de arma de fogo oriundos do interior da 8ª SDP. Foram acionados policiais para verificação, onde tiveram que arrombar o acesso a Delegacia.
Ao entrarem presenciaram o investigador Osafá Pereira da Cruz e o preso Genivaldo Peixoto da Silva caídos no corredor.
O Investigador entrou em óbito , atingido por vários disparos de arma de fogo e o preso com um tiro na região lateral do crânio também em óbito com a arma do policial ao seu lado. 
Lamentavelmente pela cena, Genivaldo Peixoto da Silva tirou a arma do Policial, efetuo os disparos contra o Osafá e na sequência cometeu o suicídio.

O Investigador Osafá Pereira da Cruz, 41 anos trabalhava na Policia Civil há 11 anos, e veio de Maringá para Paranavaí- Deixa esposa e dois filhos.
Fonte- 8ª SDP

RoyNews








.






5 comentários

  1. Em qualquer lugar que seja ,a foto do criminoso e preservada ,da vitima e exposta ,mas sempre a do criminoso e preservada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É reflexo da política laxista do PT e PSOL, que trata criminosos como coitadinhos, vítimas da sociedade. Outra safadeza de políticos socialistas do PT e PSOL é essa conversa de "crime de menor potencial ofensivo". E, mais grave ainda, é servidor da polícia acreditar nessa conversa. Não existe crime de menor potencial ofensivo. Se é um criminoso deve ser tratado como tal, roubando um pacote de bolacha no mercado ou roubando a petrobrás como fez um ex-presidiário recentemente solto da PF de Curitiba. Contra criminoso deve-se sempre, sempre, e sempre ter os dois pés pra trás. Nunca dar mole! Não duvido nada da petezada e psolistas estarem agora chorando nas redes sociais a morte do assassino e comemorando a morte do policial, afinal para uma boa parte da petezada é necessário o fim da polícia.

      Excluir
  2. Não tem nada a ver com o pt é coisa da constituição brasileira quantos policial corrupto que tem trabalhando e vcs colocá a culpa no pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E uma quantidade esmagadora de honestos que juram a própria vida p defender a sociedade, como o colega o fez e para ter o reconhecimento que você está dando. É essa a realidade do Brasil, simplesmente inexplicável. Realmente é preciso ser feito com um material diferenciado para suportar ser policial no Brasil.

      Excluir

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488