Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar
PARANAVAÍ Previsão do Tempo

quinta-feira, 23 de julho de 2020

Recuperação Econômica Pós Pandemia- Grupo Técnico do Paranavaí 5.0 começou trabalhar e apresentou as metas do plano

O Grupo Técnico de Trabalho (GTT) ou Força Tarefa (FT), como dizem os consultores empresariais, do programa Paranavaí 5.0 – Evoluindo Juntos, que vai elaborar o plano de retomada da economia da cidade na fase pós pandemia da Covid-19, realizou esta semana sua primeira reunião. O encontro foi por videoconferência e contou com a participação dos representantes das entidades que integram o grupo.
O Paranavaí 5.0, nome escolhido para apresentar “uma nova era à cidade”, surgiu a partir da sugestão da Associação Comercial e Empresarial de Paranavaí (ACIAP) de a cidade ter um planejamento estratégico de recuperação e aceleração do desenvolvimento econômico tão logo fossem retomadas as atividades empresariais após pandemia do novo coronavírus. A proposta foi levada à Administração Municipal que a acatou e autorizou a contratação de especialistas para executar a tarefa. O Sebrae aceitou o desafio de fazer o planejamento. O programa foi lançado no último dia 8.
Os trabalhos em Paranavaí estão sendo conduzidos por consultores próprios do Sebrae e credenciados. Os habilitados são da Logus Consultoria, a mesma empresa que está traçando o plano para Cascavel e participou do planejamento estratégico de Maringá para os próximos anos e trabalha no de curto prazo para a fase pós pandemia. Cascavel foi a primeira cidade do Paraná a ter um plano de recuperação econômica pós surto do coronavírus, Paranavaí a segunda e agora Maringá também está aderindo a esta iniciativa.
“Foi uma reunião para apresentar o programa de trabalho. Na verdade, os técnicos já estão avaliando os números de Paranavaí. Eles estão tendo acesso à base de dados da Prefeitura, da ACIAP e de outros órgãos para fazer o diagnóstico da cidade, que será a base do planejamento”, explicou o representante da Associação Comercial na FT, Carlos Henrique (Kaká) Scarabelli, sobre a reunião desta semana.
EXPECTATIVAS – Os consultores apresentaram ao Grupo de Trabalho as expectativas de resultado do planejamento. “A ideia é criar um ambiente favorável para a retomada dos negócios”, diz Scarabelli. Entre os resultados esperados estão a recuperação e até a elevação do PIB local, a proteção e retomada da geração de empregos e renda, fixação dos recursos no município e promover a sustentabilidade econômica e social.
Para Scarabelli, outra meta é melhorar a capacidade de resiliência do município. “A intenção é a retomada do crescimento e deixar a cidade preparada para caso uma nova crise se instale no município”, sublinha o gerente da ACIAP.

Neste momento, enquanto técnicos se debruçam sobre os números do município, os consultores criam um clima organizacional na força tarefa visando a aplicabilidade do planejamento a ser feito. “Algumas medidas serão tomadas ainda este ano”, diz Kaká, citando como um dos exemplos a criação de eventuais leis e decretos para estimular a economia.
Uma das medidas que tem sido adotada pelo Sebrae e que Scarabelli aposta que vai estar presente no planejamento estratégico de Paranavaí refere-se às compras públicas. “O Sebrae tem incentivado a participação de empresas locais nas licitações de produtos e serviços das prefeituras. Isto mantem o recurso na cidade”, diz ele, acrescentando que para tal talvez haja necessidade de legislação mais específica e preparar o empresário para esta modalidade de negócio. “Se não temos como evitar a evasão de consumidores, podemos tentar manter os recursos públicos na cidade”, explica ele.
Após os consultores concluírem e lançarem o plano de recuperação econômica de Paranavaí, o GTT, com o apoio do Sebrae, fará o monitoramento das ações. “A ACIAP, que tem como única razão de existir a defesa dos interesses dos empresários, terá um papel importante no processo de elaboração, na execução e depois no monitoramento do plano”, reforça Kaká.
Participam da Força Tarefa representantes da Prefeitura (Gabinete do Prefeito e secretarias de Desenvolvimento Econômico, Comunicação, Fazenda, Agricultura, Procuradoria Jurídica e Fundação Cultural), ACIAP, Sebrae, Unifatecie, IDR-PR (antiga Emater), Câmara Municipal, Senac, Senai, Sesc, Unespar, IFPR, Sociedade Rural do Noroeste do Paraná, Codep (Conselho de Desenvolvimento de Paranavaí), Sindicato dos Contabilistas, cooperativas de crédito Sicredi, Sicoob e Cresol, Sindicato Rural de Paranavaí, SRI (Sistema Regional de Inovação) Costa Noroeste, Associação de Microempresas de Paranavaí (Micropar), Unipar, Federação das Indústrias do Estado Paraná (FIEP) e Associação Profissional dos Engenheiros e Arquitetos de Paranavaí (APEAP/CREA). 
As reuniões do grupo são realizadas todas as quartas-feiras, às 9 horas, por ora, através de videoconferência.

Por Jorge Roberto

RoyNews

Nenhum comentário

Postar um comentário

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488