Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar
PARANAVAÍ Previsão do Tempo

quarta-feira, 1 de julho de 2020

KIQ: "Não podemos nos acomodar agora para não termos que fechar daqui a alguns dias"

Nesta terça-feira, dia 30 de junho, o Governador Ratinho Júnior anunciou uma série de medidas mais rigorosas para conter a evolução do novo Coronavírus no Estado do Paraná. A principal medida é a suspensão das atividades não essenciais por 14 dias (prazo que pode ser prorrogado por mais 7 dias). O Decreto Estadual define parâmetros mais rígidos de controle da circulação de pessoas e funcionamento de atividades econômicas em 134 cidades que fazem parte de sete Regionais de Saúde: Cascavel, Cianorte, Cornélio Procópio, Região Metropolitana de Curitiba, Londrina, Foz do Iguaçu e Toledo. Hoje, esses municípios concentram 75% dos casos de infecção registrados no Paraná.
“A região de Paranavaí não foi incluída no Decreto Estadual com novas restrições em razão do Coronavírus. Mas o problema está aí, na nossa porta. O fato de não estarmos no Decreto hoje, não significa que não possamos estar na semana que vem. Por isso, as fiscalizações vão continuar com força, para evitar que todos paguem pelo descuido de poucos. Não podemos nos acomodar agora para não termos que fechar daqui a alguns dias”, avaliou o prefeito KIQ.
Nas últimas semanas, a Secretaria Municipal de Saúde registrou um aumento considerável de pessoas procurando atendimento nos serviços de saúde de Paranavaí com sintomas de Coronavírus. Até o dia 23 de junho, 1.535 pessoas já haviam sido testadas para Covid-19 desde o início das medidas de enfrentamento à doença na cidade. O ritmo de testagem acelerou muito. Prova disso é que 1.030 pessoas foram testadas num período de 115 dias (de 15 de março a 7 de junho), enquanto num período de apenas 15 dias (de 8 a 23 de junho) foram 505 testes realizados.
“A secretária de Saúde de Paranavaí tem frisado que, o fato de nós testarmos muito mais explica a razão de sermos um dos municípios com maior número de casos confirmados no Estado. Sempre deixamos muito claro que o nosso termômetro para a tomada de decisões é a taxa de ocupação de leitos, principalmente os de UTI. Hoje temos apenas uma moradora de Paranavaí internada na ala Covid da Santa Casa. Mas temos acompanhado a situação de regiões próximas e muitas já estão entrando em colapso, com ocupação total ou próxima de 100% dos leitos. Tanto que no último fim de semana recebemos seis pacientes de outras regionais para internamento em Paranavaí. Por isso é que insistimos tanto para que as pessoas não relaxem nos cuidados, só saiam de casa se for realmente necessário, ao sair usem máscara, não se aglomerem e mantenham o distanciamento social”, enfatizou o prefeito.
KIQ explicou também que “aqui no município, apesar de termos bastante casos confirmados, a maioria são casos leves da doença, que não se agravaram a ponto de precisar ocupar um leito na ala Covid da Santa Casa. Os casos não se agravam porque estamos testando as pessoas já no início dos sintomas, já entramos com a medicação adequada para o tratamento de cada caso e ainda fazemos o monitoramento (através de um Call Center exclusivo) das pessoas que têm contato direto com quem está positivado ou aguardando resultados de exames. Não é uma questão de sorte, e sim de qualidade técnica dos profissionais envolvidos”. 
O prefeito ressaltou ainda que as ações de fiscalização pela cidade vão continuar. “Vamos apertar cada vez mais, até que as pessoas entendam a seriedade da situação. Mais uma vez: não queremos tomar medidas radicais e voltar a fechar tudo novamente. Isso não é interessante pra ninguém. Mas todo mundo tem que fazer sua parte para que nós consigamos sair dessa da melhor maneira possível. Por isso, temos insistido em orientar para que os donos de bares, lanchonetes, postos de combustíveis, cumpram todas as normas, não permitam pessoas entrando sem máscara, não permitam aglomerações em seus estabelecimentos nem próximo a eles. Se houver uma fiscalização e tiver aglomeração de pessoas, mesmo que seja em frente ao estabelecimento (como determinado em Decreto), o proprietário é que vai ser multado e responder por isso”, finaliza.
Quem quiser fazer denúncias de casos de aglomerações ou outras irregularidades relacionadas às normas de enfrentamento ao Covid-19, pode repassar as informações ligando gratuitamente para a Ouvidoria Municipal (de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h), através dos telefones 156 ou 99114-1389; para a Guarda Municipal, através do telefone 153; ou para a Polícia Militar, através do telefone 190.
Ass.Pref
RoyNews

4 comentários

  1. ja havia comentado isso antes todo dia aqui aparece 1 ou 2 contaminados mas "de grao em grao a galinha enche o papo" a populaçao nao se cuida ,o governo do estado ja esta fechando o que acha desnecessario ,ai quando da um lockdown o povo reclama e diz que precisa trabalhar ,mas ta no sangue do brasileiro inconsequente e depois reclama .

    ResponderExcluir
  2. Bom dia , acho que deveria ter testes rápidos no upa pois muitos entram pela ala covid , não são feitos exames pra confirmar o covid é já esta o sendo isolados , seria ultiu ter lá teste rápidos .. Só uma observação

    ResponderExcluir
  3. Se esse povinho conservador de Paranavaí tivesse elegido o Professor Ivan Bernardo(PSTU) ou o Rael Moraes(PSOL) de certeza que a epidemia estaria sob controle e a população bem atendida. Agora não adianta chorar. Em novembro vamos ver se elegemos o Cesar Alexandre(PT). Lula Inocente e Presidente 2021!!!!

    ResponderExcluir

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488