Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar
PARANAVAÍ Previsão do Tempo

quinta-feira, 30 de abril de 2020

UPA atendeu mais de 81 mil pacientes no primeiro ano de funcionamento

Nesta quinta-feira, dia 30 de abril, a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Paranavaí completa 1 ano de funcionamento. E a direção da unidade fez um balanço sobre os principais avanços neste período em que os serviços de urgência de emergência deixaram de ser atendidos no PAM (Pronto Atendimento Municipal) e foram transferidos para a nova UPA 24 horas. 
Em 1 ano de funcionamento, um total de 81.090 pacientes foram atendidos na UPA 24 horas - uma média de 245 atendimentos por dia. A média de atendimentos diários é 36% maior em comparação aos realizados no último ano de funcionamento do Pronto Atendimento Municipal. No PAM, foram atendidas 68.501 pessoas de 1º de maio de 2018 a 30 de abril de 2019, uma média de 180 atendimentos por dia.
“Tivemos várias mudanças positivas neste período, como ampliação da equipe de enfermagem, com mais 12 técnicos e 6 enfermeiros para atendimento ao público. Com isso, conseguimos consolidar a triagem para Classificação de Risco com os enfermeiros durante as 24 horas de funcionamento da UPA. Já no primeiro mês de funcionamento conseguimos escalar também um terceiro médico para atendimento no horário de maior fluxo de pessoas, das 15h às 19h. A partir do dia 6 de agosto ampliamos este horário e o terceiro médico começou a atender das 13h às 19h. Agora, com as medidas de enfrentamento ao Covid-19, no mês de abril este profissional passou a atender de segunda a sexta-feira, das 13h às 23h para ajudar a suprir a demanda. É um reforço muito importante para dar agilidade aos atendimentos”, explica a diretora da UPA, Simone Baggio.
O sistema de atendimento na UPA é feito de acordo com a urgência do quadro clínico, conforme a Classificação de Risco. “Os pacientes são identificados com uma pulseira sinalizadora com a cor que indica qual o grau de risco para o seu atendimento. As pulseiras permitem que todos os funcionários da UPA visualizem rapidamente a cor para identificação do grau de risco do paciente. Essas pulseiras só são retiradas quando o paciente recebe a alta médica. Além disso, finalizamos a implantação do Prontuário Eletrônico, que permite que nós possamos acompanhar toda a trajetória de atendimentos do paciente, tanto na UPA quanto nas UBSs, já que o sistema interligado. Contamos também com um sistema on-line de comunicação com os laboratórios de análises clínicas e com a Clínica Radiológica, o que permite que a equipe tenha rápido acesso aos laudos dos exames realizados”, destaca a diretora.
Segundo Simone Baggio, a UPA passou por uma reestruturação e reorganização com o trabalho interligado com a Atenção Básica, especialmente com relação às consultas não urgentes. “Hoje, quando o enfermeiro da triagem faz a Classificação de Risco da UPA, ele consegue identificar os casos que não são urgência e que devem, obrigatoriamente, procurar sempre a UBS primeiro. Com isso, os nossos enfermeiros conseguem fazer contato com as UBS e fazer o agendamento das consultas sem urgência para os pacientes. As medicações prescritas pelos médicos da Atenção Básica, também devem ser administradas na UBS, por isso alguns pacientes estão sendo reencaminhados de volta para sua Unidade Básica de referência para estes procedimentos. É importante lembrar que a UPA é um serviço de urgência e emergência e a prioridade são sempre esses casos”, frisa.
Entre as mudanças implantadas com a transferência dos serviços de urgência e emergência para a UPA 24 horas, também estão: a instituição de horários de visita aos pacientes em observação ou que aguardam vaga hospitalar; a confecção de uniformes e crachás para todos os servidores, permitindo a fácil identificação; confecção de carimbo de identificação do atendimento para os profissionais médicos e enfermeiros; além de uma Central de Material Esterilizado com equipamentos novos e de tecnologia avançada, permitindo um rígido controle de esterilidade dos materiais utilizados. 
A UPA também conta com médico pediatra atendendo as crianças internadas às segundas, quartas e sextas-feiras. É importante ficar claro que o atendimento do pediatra não é para crianças que estão na recepção, apenas para o internamento. 

“Vale lembrar que o patrimônio público é de responsabilidade de todos. Então pedimos que a população nos ajude a cuidar do prédio, evitando colocar os pés nas paredes, quebrar os trincos, zelando mesmo pelo que é de todos e para o bom atendimento de todos”, enfatiza Simone.
Reconhecimento – “Foram 6 anos de espera. A obra foi abandonada, tinha um projeto original incompleto, sem previsão de ar condicionado em nenhum espaço do prédio, sem previsão de tomadas e torneiras em salas essenciais. Houve roubo de fiação elétrica, o prédio não tinha nenhum mobiliário ou equipamento. Também foi necessário fazer concurso público para contratação de mais funcionários para o atendimento. Há quem diga que nós demoramos para abrir a UPA, mas sempre afirmamos que não íamos abrir só por abrir. A ideia sempre foi oferecer um serviço com qualidade suficiente para suprir as necessidades da população. E é isso que temos hoje. Temos uma equipe altamente qualificada, técnica, com profissionais comprometidos que merecem todo nosso respeito e reconhecimento pelo trabalho que realizam”, destaca o prefeito KIQ.

Para a secretária de Saúde do município, Andréia Vilar, a equipe da UPA tem sido fundamental neste período de enfrentamento à pandemia do Covid-19 em Paranavaí. “Os profissionais da UPA assumiram com muita seriedade o seu papel na linha de frente para atendimento da população neste momento crítico da doença. Todos os médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem que estão tendo contato direto com os pacientes (suspeitos ou não para Covid-19) estão trabalhando com muito comprometimento e responsabilidade, adotando todas as medidas de prevenção, utilizando rigorosamente os equipamentos de proteção individual, tudo com muito profissionalismo. Além disso, temos os profissionais que fazem a recepção, cuidam da manutenção e da limpeza da UPA, que fazem um trabalho exemplar. É uma equipe muito competente e dedicada aos pacientes”, reconhece a secretária.
A UPA – O espaço da UPA 24 horas tem uma estrutura duas vezes maior que o antigo Pronto Atendimento Municipal. O prédio de pouco mais de 1.200 m² recebeu investimentos de aproximadamente R$ 2,4 milhões. 
O prédio conta com recepção, sala de Classificação de Risco, três consultórios médicos, sala de atendimento de enfermagem, sala de atendimento social, sala de inalação, dois Postos de Enfermagem, sala de coleta e sutura, sala de gesso e ecocardiograma, sala de raio-x, sala de medicação, sala de observação adulto, sala de observação pediátrica, sala de emergência, sala de pequenas cirurgias, apartamento de isolamento, apartamento extra, farmácia, Central de Materiais Esterilizados, 11 banheiros para usuários, quatro banheiros para servidores, sala de reuniões e treinamentos, sala para serviços de Núcleo de Segurança do Paciente e Serviço de Controle e Infecção Hospitalar, sala administrativa, Direção Geral e Coordenação de Enfermagem, copa/cozinha, refeitório, necrotério e dois depósitos de material de limpeza.
O atendimento é realizado por 105 profissionais da Saúde, entre médicos, enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem, farmacêuticos e auxiliares de farmácia, motoristas, agentes de conservação, ajudantes gerais e profissionais administrativos.

Ass.Pref

RoyNews

Nenhum comentário

Postar um comentário

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488