Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar
PARANAVAÍ Previsão do Tempo

quinta-feira, 23 de abril de 2020

CFM autoriza hidroxicloroquina no início de sintomas da Covid-19

Conselho Federal de Medicina liberou o uso do medicamento mesmo com a ressalva de que não existe comprovação científica da eficácia do tratamento
Mesmo ressaltando que não existe comprovação científica de que a hidroxicloroquina seja eficaz para o tratamento do novo coronavírus, o CFM (Conselho Federal de Medicina) liberou o uso do medicamento em três situações, incluindo no início de sintomas sugestivos de Covid-19 e em ambiente domiciliar.
O anúncio foi feito por Mauro Luiz Britto Ribeiro, presidente do CFM, após reunião com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e com o ministro da Saúde, Nelson Teich.

Na ocasião, Ribeiro entregou às autoridades um parecer do conselho sobre a administração da substância em pessoas que estejam com a Covid-19.
Bolsonaro é um entusiasta da hidroxicloroquina e da cloroquina para o tratamento da doença. Ele já defendeu que elas sejam utilizadas inclusive no estágio inicial da enfermidade e sua defesa das medicações foi um dos pontos centrais do conflito com o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, que era contrário à ampla recomendação do remédio para o coronavírus.
"Não existe nenhuma evidência científica forte que sustente o uso da hidroxicloroquina para o tratamento da Covid. É uma droga utilizada para outras doenças já há 70 anos, mas em relação ao tratamento da Covid não existe nenhum ensaio clínico prospectivo e randomizado, feito por grupos de pesquisadores de respeito, publicados revistas de ponto, que aponte qualquer tipo de benefício do uso da hidroxicloroquina no tratamento", declarou Ribeiro.
No entanto, o dirigente disse que, no parecer, o conselho decidiu liberar que médicos usem a substância. Ele ressaltou que não se trata de uma recomendação da entidade, mas de uma autorização. Ribeiro também destacou que o CFM não autoriza o uso preventivo da hidroxicloroquina.
O primeiro caso em que o uso da droga está liberado para a Covid-19 é para pacientes críticos, em terapia intensiva, nos chamados casos compassivos. "Ou seja, o paciente está praticamente fora da possibilidade terapêutica e o médico, com autorização dos familiares, pode usar essa droga", afirmou o chefe da entidade.
O CFM também autorizou a substância para casos menos graves e até para estágios iniciais dos sintomas. Ribeiro disse que a hidroxicloroquina também está liberada para pacientes que chegam com sintomas no hospital, quando existe "um momento de replicação viral". E, ainda, no início dos sintomas, desde que estejam descartadas as possibilidades de que a pessoa tenha na verdade uma gripe normal, dengue ou H1N1.
"É também uma decisão compartilhada com o paciente, em que o médico explica que não existe nenhum benefício provado da droga no uso da Covid; e explicando também em relação aos riscos que a droga apresenta".
Ele ressaltou que em todos os casos a administração deve ser feita no âmbito da relação entre o médico e o paciente. Dentro dessa relação, a hidroxicloroquina também pode ser receitada em ambiente domiciliar, destacou Ribeiro.

RoyNews- Fonte -O Tempo Por FOLHAPRESS

3 comentários

  1. Boa sorte pra aqueles que acham que essa droga pode curar alguem mesmo que seja forçado por esse presidente afim de a qualquer custo, mesmo que irracional faça a vida voltar ao "normal" Tenho muito medo ,mortes ,fome e um irresponsavel no comando de um pais .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é mais um gado socialista, pronto para ir ao abate. No momento que o presidente falou do tratamento com cloroquina você o ridicularizou afirmando "só acredito na ciência, não nesse energúmeno". Agora, que a ciência acaba de afirmar positivamente que a cloroquina pode ser utilizada desde o início do tratamento você fica aí de beicinho. O energúmeno afinal parece ser você.

      Excluir
  2. A cloroquina, assim como todos os tratamentos para covid, são desprovidos de comprovação científica. Todos os meios possíveis para combater a epidemia estão sendo usados. Cloroquina é maís um desses tratamentos que apresenta excelente resultados a quem precisou dele. Além de ser barato. Ninguém é obrigado a usar, usa quem quer. Mas já vimos o bandido mor da esquerda o molusco 9 dedos defendendo o vírus...

    ResponderExcluir

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488