Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar
PARANAVAÍ Previsão do Tempo

quinta-feira, 16 de abril de 2020

Acadêmico de Paranavaí consegue na UFPR 50 máscaras Face Shield para a Santa Casa

O acadêmico Pedro Eredia Araújo, do Curso de Engenharia Mecânica da Universidade Federal do Paraná (UFPR), conseguiu junto a instituição a doação de 50 máscaras do tipo Face Shield, para a Santa Casa de Paranavaí. Este modelo de máscara de proteção facial, reutilizável e ajustável, é um Equipamento de Proteção Individual (EPI) extremamente seguro, de dupla proteção, que evita o contato com gotículas, salivas e fluídos nasais que possam atingir o rosto, o nariz, a boca e os olhos. Elas serão usadas pelos profissionais de saúde que atuam principalmente na ala dos pacientes suspeitos e confirmados de Covid-19. Por ser fabricada em polímero transparente, esta máscara pode ser facilmente higienizada.
Segundo o diretor técnico da Santa Casa, médico Jorge Pelisson, esta máscara é um EPI “muito importante para a segurança dos profissionais que estão na batalha da Covid-19”.
Pedro, que mora em Paranavaí, contou que o curso de Engenharia Mecânica da UFPR tem várias impressoras 3D e que um grupo de acadêmicos realizam o projeto Engenhar, que é “a engenharia na prática”. O projeto vinha produzindo máscaras de proteção facial para vários hospitais. “Eu contei isto para a minha mãe e ela falou que estas máscaras seriam importantes para a Santa Casa”.
A Mãe do acadêmico é a médica infectologista Gislaine Erédia Araújo, uma das responsáveis pela ala dos pacientes confirmados e suspeitos de Covid-19.
“Conversei com meus amigos e eles produziram 30 máscaras para a Santa Casa”, relembra Pedro, que, no entanto, queria atingir as 50 máscaras, que era a necessidade apontada pela mãe. Em outro momento, relata o estudante, conversou com outros amigos que participam do projeto Eco Octano, também da UFPR, falando que havia conseguido as máscaras, mas que queria arrumar pelo menos mais 20.
O Eco Octano é um grupo de várias engenharias que trabalham no desenvolvimento de carros de eficiência energética. O projeto tem uma impressora 3D, mas, em nome da amizade e da causa nobre, os estudantes toparam fazer as máscaras para “fechar a conta”. “Eles fizeram estas máscaras exclusivamente para atender o pedido que estava fazendo para a Santa Casa”, diz Araújo, que na tarde desta quarta-feira (15) esteve no hospital fazendo a entrega simbólica dos equipamentos.
As máscaras foram recebidas pela mãe do acadêmico, Gislaine, e os médicos residentes Adilson Silvestre e Suamy Modesto Caetano, todos da linha de frente no enfrentamento ao novo coronavírus, e o gerente financeiro Marcelo Cripa.
Em nota, o diretor técnico do hospital, Jorge Pelisson, agradeceu, em nome da Santa Casa “a iniciativa do jovem Pedro Eredia Araujo, filho da infectologista Dra Gislaine Erédia”. Depois de destacar a forma como este equipamento protege o profissional, Pelisson salientou que “a doação destes
EPIs é fundamental em um momento de muito consumo em que se tem muita dificuldade na aquisição dos mesmos. Agradecemos pela solidariedade
Ass.Santa Casa

Fonte RoyNews.

Um comentário

  1. paranavai e todo brasil precisa de pessoas assim ,trazendo mascaras e sendo solidarios e NAO TRAZENDO COVID 19

    ResponderExcluir

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488