Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar
PARANAVAÍ Previsão do Tempo

segunda-feira, 16 de março de 2020

Lideranças de Paranavaí se reúnem para debater como podem ajudar no combate ao coronavírus

Por iniciativa da Subseção da OAB local, lideranças comunitárias, de classe, religiosas, políticas e autoridades ligadas à saúde se reuniram no fim da manhã desta segunda-feira (16) para discutir alternativas para tentar evitar casos de coronavírus na cidade. “As autoridades da saúde estão fazendo a sua parte para prevenir e minimizar os efeitos do coronavírus em Paranavaí. E nós da sociedade, o que podemos fazer? Foi esta questão que propusemos discutir. Mas sem histeria ou pânico. Mas com base em informações reais e de especialistas”, disse a presidente da OAB-Paranavaí, Célia Aparecida Zanatta.
Participaram do encontro, pela área de saúde, a infectologista Gislaine Erédia, a secretária municipal de Saúde, Andréa Villar, diretor da 14ª Regional de Saúde, Nivaldo Mazzin, Valter Sordi, da Divisão de Vigilância em Saúde da 14ª RS, e pela Santa Casa a gerente assistencial Marily Vasconcelos Gomes e a enfermeira Andréia Queiroz da Silva, da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar.
Os especialistas lembraram que o momento não é de pânico, mas também não se deve cruzar os braços. É preciso que as recomendações dos especialistas sejam acatadas e levadas a sérios. “A Nota Técnica 004/2020 da Anvisa aponta todos os cuidados que devem ser tomados para prevenção e controle do coronavírus”, recomendou Sordi.
A infectologista Erédia disse a Santa Casa de Paranavaí, que é o maior hospital da região, o único com o UTI e que foi definido pelo Governo do Estado como o de referência para os casos da epidemia não está preparado para um crescimento exponencial e rápido do coronavírus no extremo noroeste. “Isso vale para outras regiões. Se o pico da epidemia for atingido rapidamente não há leitos suficientes. 
Então precisamos tentar controlar ao máximo e se a expansão desses casos é inevitável, então que tomemos medidas para ser de forma mais lenta possível”, disse a especialista, lembrando que o grupo de risco são idosos, principalmente acima de 80 anos. Acentuou que, sozinho, o coronavírus dificilmente leva o paciente a óbito. A letalidade se verifica em associação com outras doenças.
Andréa Villar acrescentou que a população deve evitar buscar as unidades de saúde por conta de uma gripe. “A orientação no momento é que só procurem as UBSs os pacientes com dificuldades respiratórias. Ir a uma unidade apenas por conta dos sintomas gripais é se expor e, eventualmente, espalhar o vírus”, explicou ela.
A ida aos postos de saúde deve ser evitada inclusive por pacientes que tenham que faltar ao trabalho por conta de uma gripe, conforme assinalou a promotora Márcia Felizardo Rocha. “Nós pedimos que os empresários sejam mais tolerantes em relação a atestados médicos, que conversem com seus funcionários, se necessário que vá a casa dele para confirmar a doença., Mas não o exponha”, apelou a representante do Ministério Público.
Controlar a doença vai depender de todos, principalmente daqueles que estão fora dos grupos de riscos. “Precisamos adotar medidas coletivas para enfrentar esta doença”, disse Zanatta. Para dom Mário Spaki, bispo diocesano de Paranavaí, “a humanidade vai ser testada em sua solidariedade” com o coronavírus.
O advogado Anderson Donizete dos Santos, conselheiro estadual da OAB, questionou aos especialistas o que a sociedade poderia fazer para prevenir e controlar a epidemia. Conscientização do problema, adoção de hábitos que podem dificultar o contágio e mostrar que, embora Paranavaí tenha descartados sete casos e ainda tem três casos suspeitos, a cidade e a região correm risco.
Por isso dom Mário sugeriu a produção de um vídeo com dicas práticas cujos atores seriam as lideranças ali presentes. A sugestão foi acatada e pela urgência do assunto, o bispo, que também tem formação em Comunicação Social, foi o cinegrafista e diretor do vídeo. As dicas práticas foram gravadas na própria sede da OAB, onde aconteceu a reunião.
O grupo vai ficar em alerta e se necessário tomará outras medidas visando contribuir para evitar a disseminação da doença na cidade. “Todos devem contribuir para conter o coronavírus”, sentenciou a presidente da OAB, Célia Zanatta

Fonte RoyNews por Jorge Roberto

Nenhum comentário

Postar um comentário

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488