Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar
PARANAVAÍ Previsão do Tempo

terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Vigilância encontra focos de larvas da dengue em pontos estratégicos de Paranavaí

Uma equipe formada por agentes de endemias e fiscais da Vigilância em Saúde de Paranavaí realizaram nesta terça-feira (17) uma ação de fiscalização em pelo menos 10 pontos estratégicos da cidade. Em todos os locais foram encontrados focos de larvas da dengue. A ação foi acompanhada pelo prefeito KIQ e pela secretária de Saúde do município, Andréia Vilar. 
“Em todos os locais que fomos nesta manhã, procuramos conversar com vizinhos e a maioria deles foi vítima de dengue este ano. Os proprietários ou moradores dos locais visitados até tentam argumentar que a água está acumulada por causa das chuvas dos últimos dias, ou dizem que limparam na sexta-feira (13) e desde então não parou de chover, mas as larvas encontradas em todos estes locais estão em vários estágios de desenvolvimento, com mais de uma semana. 
Nós sabemos que tem chovido bastante e nem sempre é possível eliminar a água rapidamente, mas o que não pode é ter larvas nesta água. Se tem larvas é porque a fêmea do mosquito já havia posto os ovos enquanto o tempo estava firme e, com as chuvas, eles estão eclodindo e se tornando larvas. Encontramos muitas pulpas, que são o último estágio antes da larva virar mosquito. Se esses locais não receberem uma limpeza apropriada urgentemente, quando vier o sol essas pulpas vão se tornar mosquitos Aedes rapidamente e começar a picar a população nessas vizinhanças”, explica a diretora da Vigilância em Saúde, Keila Stelato. 
Atualmente, os agentes de endemias de Paranavaí trabalham em campo fazendo visitas aos 51.821 imóveis cadastrados no município. A cobertura total é de 2.152 quarteirões da cidade. Além disso, a Vigilância faz vistorias quinzenais em 147 pontos estratégicos, onde há maior possibilidade de haver criadouros de larvas do Aedes aegypti, como borracharias, ferro velho e armazenadores de recicláveis. 
Durante a vistoria realizada nesta terçafeira, os fiscais da Vigilância fizeram as devidas notificações e autos de infração aos proprietários dos locais visitados e deram um prazo de 3 dias para a limpeza e adequações necessárias. “Depois destes três dias nós vamos retornar e verificar se as orientações da notificação foram cumpridas. No caso de encontrarmos as mesmas situações, a Vigilância deve aplicar multas que podem chegar a mais de 2 mil reais, conforme o grau de risco à saúde pública que for encontrado em cada local”, frisa Keila. 
Aumento rápido dos casos - Um relatório feito esta semana pela direção da UPA (Unidade de Pronto Atendimento 24 horas) de Paranavaí, aponta que de 9 a 16 de dezembro, aproximadamente 10% de todos os casos atendidos na unidade de urgência e emergência foram de pessoas com suspeita de dengue. “Atendemos 1.950 pacientes neste período e, do total, 161 casos tiveram hipótese diagnóstica para dengue, de acordo com o quadro clínico”, esclareceu a diretora da UPA, Simone Cristina Baggio. 
A preocupação com o rápido aumento do número de casos de dengue é cada vez maior. Isto porque, em todo o ano de 2018, foram registrados 39 casos positivos de dengue na cidade. Este ano, do dia 1º de janeiro até o dia 17 de dezembro, já temos 1.261 casos confirmados, 32 vezes mais que os números do ano passado. Além disso, em 2018, a Vigilância notificou 642 casos suspeitos de dengue em Paranavaí. 

Fonte RoyNews-/ Ass.Pref

Nenhum comentário

Postar um comentário

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488