Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar
PARANAVAÍ Previsão do Tempo

domingo, 10 de fevereiro de 2019

Empresários reivindicam instalação de outra subestação da Copel em Paranavaí

O argumento é que a distribuição feita atualmente não é suficiente para suprir a demanda da indústria. É comum, por exemplo, o uso de nobreaks, que são equipamentos capazes de fornecer energia elétrica por determinado tempo, em situações de emergência


Empresários e representantes da sociedade civil organizada iniciaram um movimento para reivindicar a construção de uma segunda subestação da Copel em Paranavaí. O objetivo é ampliar a oferta de energia elétrica nos municípios do Noroeste do Paraná e, assim, equilibrar o sistema.

O argumento é que a distribuição feita atualmente não é suficiente para suprir a demanda da indústria. É comum, por exemplo, o uso de nobreaks, que são equipamentos capazes de fornecer energia elétrica por determinado tempo, em situações de emergência, no caso de problemas na rede pública.

A situação afeta grandes indústrias instaladas em Paranavaí e na região. Além disso, dificulta a instalação de novas empresas com alto potencial de produção, já que o funcionamento requer ampla oferta de energia elétrica. Nesse sentido, uma subestação de 138 kV seria determinante para resolver o problema.
Municípios de porte semelhante ao de Paranavaí, como Campo Mourão, Cianorte e Umuarama, já dispõem da segunda unidade de distribuição de energia elétrica. Por isso, o objetivo é oficializar o pedido junto à Copel e buscar apoio para que essa também seja uma realidade no Extremo-Noroeste do Paraná.

A elaboração do documento está em fase de conclusão. A reivindicação por escrito deverá ser encaminhada à diretoria da Companhia Paranaense de Energia nos próximos dias. A expectativa é que a empresa se pronuncie em seguida e aponte as possibilidades para a comunidade da região.

De acordo com Demerval Silvestre, que representa a sociedade civil organizada, o debate é de conhecimento tanto da presidência da Copel quanto do alto escalão do Governo do Estado. Alguns secretários de Ratinho Jr já teriam sinalizado de maneira positiva e garantido apoio ao grupo.
Em âmbito regional, a equipe da Copel se colocou à disposição para repassar informações e contribuir com a elaboração do documento que será entregue à presidência da companhia. Também manifestou a disponibilidade em participar das reuniões que possam ser organizadas para tratar sobre o assunto.



O grupo de empresários à frente da mobilização espera que o encontro com representantes da Copel ocorra logo após o envio do documento. Querem aproveitar a ocasião para tirar dúvidas e fazer sugestões, tendo em vista o desenvolvimento de toda a região.

RoyNews- Fone- Diário do Noroeste

Nenhum comentário

Postar um comentário

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488