Menu Right

Top Social Icons

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar
PARANAVAÍ Previsão do Tempo

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Paranavaí deve perder médicos cubanos até o fim do ano

A decisão do governo de Cuba de deixar o programa Mais Médicos deve afetar Paranavaí em breve. Atualmente, o município conta com sete médicos do programa, sendo seis desses cubanos que devem retornar ao país. O Paraná possui 458 médicos cubanos atuando em 187 municípios.

Até o momento, a Secretaria de Saúde não recebeu uma notificação oficial sobre o retorno dos médicos. “Enquanto não recebermos um documento oficial, os trabalhos seguem normalmente. Não temos previsão de quando eles devem ir embora, mas é certo que vamos ficar desfalcados de cinco médicos por tempo indeterminado”, disse a secretária Andréia Vilar.
Um dos médicos cubanos em Paranavaí, o Dr. Lázaro Alonso Aleman, que há 1 ano e 9 meses atende na UBS Celso Konda, fala sobre a situação. “Antes de chegar ao Brasil, temos que passar por cursos de ambientação, formas de atuação e protocolos médicos que são usados no país. Obrigatoriamente temos que ter uma especialidade, eu por exemplo, sou especialista em medicina familiar”, explica.

Para o Dr. Lázaro, a experiência de poder atuar no Brasil foi muito válida. “Nós sempre fomos ensinados a atender a todos. Se precisar ficar até mais tarde, sempre ficamos, não deixamos ninguém sem atendimento. As pessoas precisam do serviço e a saúde não pode esperar. Gostaria que o programa continuasse e não precisasse ir embora, mas tenho que cumprir o que for determinado. Chegando ao país, retorno ao meu posto de trabalho normalmente e continuo atuando como médico”, ressaltou.
Sobre os salários pago aos médicos cubanos, Lázaro disse que esse é uma exigência contratual. “Quando assinamos o contrato antes de vir ao Brasil, isso já está previsto. Portanto, todos que veem pra cá, já sabem que o salário será de cerca de R$ 3 mil e o restante ficará com o governo de Cuba”, conta. Uma das reivindicações do presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, foi o pagamento do salário integral aos médicos.
Segundo a secretária de Saúde, o município ainda não possui uma alternativa para suprir a saída dos médicos cubanos. “Estamos estudando as medidas que podem ser tomadas. Sabemos que o Ministério da Saúde vai abrir edital para o chamamento de novos médicos. Quanto a situação no município, não há possibilidade de contratações emergenciais, portanto, temos que aguardar”, finalizou Andréia.

Veja a lista dos médicos que devem deixar Paranavaí: 

1 - Leandro Vega Ricardo - UBS Jd Maringá
1 - Aniuska Ramirez Legra - UBS José Eloy 
3 - Pablo Jimenez Gonzales - UBS Rural
4 - Lázaro Alonso Aleman - UBS Celso Konda
5 - Kadienys Casas Gonzalez - UBS dos Distritos
6  -Viviana Martinez Munoz - UBS Campo Belo

Fonte- RoyNews/Assessoria da Prefeitura.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488