Menu Right

Top Social Icons

Slider Area 1

Slider Area 2

Slider Area 3

Responsive Full Width Ad

Left Sidebar
Left Sidebar
Featured News
Right Sidebar
Right Sidebar

Paranavaí

Polícia

Notícias Recentes

Saúde

Esporte

Estadual

Social

Cultura

Região

Eleições 2018

Empregos

Geral

quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Boletim desta quinta confirmou 9 novos casos de Covid-19 em Paranavaí

O Boletim Covid desta quinta-feira, dia 21 de outubro, mostra que 9 novos casos de Covid-19 foram confirmados em Paranavaí, quatro através de laudos do LACEN e cinco por Testes Rápidos. Os pacientes confirmados são dois homens de 27 e 39 anos; seis mulheres com idades entre 39 e 64 anos; e uma criança de 8 anos.
Com os novos resultados de exames, subiu para 14.464 o número de casos confirmados de Covid-19 em Paranavaí. Deste total, 14.084 pessoas já passaram dos 14 dias de início dos sintomas e estão fora do período de transmissão da doença. Outras 78 pessoas ainda estão com o vírus ativo e estão sendo monitoradas pela Secretaria de Saúde.
Paranavaí tem hoje sete pacientes internados na ala Covid da Santa Casa: uma criança e uma mulher em leitos de Enfermaria; e quatro homens e uma mulher em leitos de UTI.
No total, 54.605 casos de Covid-19 já foram notificados no município desde o início da pandemia. Deste total, 119 pacientes passaram por atendimento em um dos pontos de coleta de exames nas últimas 24 horas.
No momento, o município tem 216 pessoas suspeitas aguardando resultados de exames.

Os números foram contabilizados até às 17h desta quarta-feira, dia 20 de outubro
Ass.Pref

RoyNews

Veja o cronograma de vacinação desta quinta-feira no Centro de Eventos de Paranavaí

Ainda sem a volta da aplicação de 1ª dose em adolescentes, o que deve acontecer amanhã com recebimento de novas doses nesta quinta-feira, e agora também sem AstraZeneca 2ª dose onde o município aguarda o recebimento de um novo lote de vacinas para retomar a aplicação do imunizante, Paranavaí segue vacinando nesta quinta-feira(21) no Centro de Eventos das 08h às 13h
Cronograma – Na quinta-feira, dia 21 de outubro o município dá continuidade à aplicação da 2ª e 3ª dose da vacina para os seguintes grupos:

- 2ª dose: dos imunizantes Coronavac e Pfizer, de acordo com o prazo indicado no Cartão de Vacina;

- 3ª dose: pessoas idosas com 68 anos ou mais (vacinados com a 2ª dose há no mínimo seis meses); pessoas maiores de 18 anos com alto grau de imunossupressão (vacinados com a 2ª dose há no mínimo 28 dias); e profissionais de Saúde da linha de frente da pandemia (vacinados com a 2ª dose há no mínimos seis meses).

Lembrando que, em qualquer caso, as pessoas que foram positivadas para Covid-19 há menos de 30 dias, não poderão ser imunizadas neste momento.
2ª dose – Para receber a 2ª dose, é necessária a apresentação de documento de identificação com foto, CPF, Cartão SUS, Cartão de Vacina e Cartão de Gestante (para grávidas e puérperas).

Lembrando que, para a aplicação da 2ª dose, deve-se respeitar a data indicada no Cartão de Vacina.
3ª dose – Para receber a 3ª dose, os idosos com mais de 68 anos devem apresentar documentos pessoais e Cartão de Vacina comprovando a aplicação das duas doses anteriores. Lembrando que, para os idosos com mais de 68 anos, o intervalo para a dose de reforço deverá ser de, no mínimo, 6 meses após a imunização com a 2ª dose.

No caso de idosos com mais de 68 anos que estejam acamados, as terceiras doses serão aplicadas nos domicílios pelas equipes do ESF (Estratégia Saúde da Família).
Já as pessoas maiores de 18 anos que se enquadram no grupo de alto grau de imunossupressão devem apresentar documento pessoal com foto, Cartão de Vacina com a comprovação da aplicação das duas primeiras doses, e uma Declaração Médica autorizando a vacinação, assinada e carimbada pelo médico responsável, conforme modelo em anexo disponibilizado pela 14ª Regional de Saúde.

Lembrando que, para os indivíduos com alto grau de imunossupressão, o intervalo para a dose de reforço deverá ser de, no mínimo, 28 dias após a imunização com a 2ª dose.
Com relação aos profissionais de Saúde que trabalham na linha de frente da pandemia, neste momento serão vacinados com a 3ª dose apenas aqueles que se enquadram nos seguintes subgrupos descritos no Plano Estadual de Imunização:

- Trabalhadores vacinadores/aplicadores da vacina contra a Covid-19;

- Trabalhadores de Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI);

- Trabalhadores de hospitais e serviços de urgência e emergência (UPA, Samu, Siate), de referência Covid-19, Clínicas de Diálise e serviços de Oncologia (exceto profissionais das áreas administrativas);

- Trabalhadores de Centros de Atendimento à Covid-19.
Para receber a dose de reforço, basta que os profissionais de Saúde se dirijam até o Centro de Eventos e apresentem: documento de identificação com foto, CPF, Cartão SUS, Cartão de Vacina, Carteira Profissional da Categoria (para comprovação de atuação na área) e um comprovante de vínculo empregatício com CNPJ da empresa.
Lembrando que, para receber a 3ª dose, os profissionais de Saúde que trabalham na linha de frente da pandemia devem ter sido imunizados com a 2ª dose há pelo menos 6 meses.
Ass.Pref

RoyNews


quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Aplicação de 2ª dose de Astrazeneca está suspensa em Paranavaí até a chegada de novo lote


RFI/REUTERS - BENOIT TESSIER

A Secretaria Municipal de Saúde, através da coordenação de Imunização, comunica a toda a população que a aplicação da 2ª dose do imunizante Astrazeneca está temporariamente suspensa por falta de imunizantes. As doses disponíveis se esgotaram nesta quarta-feira (20) e agora o município deve aguardar o recebimento de um novo lote de vacinas para retomar a aplicação do imunizante.
Nesta quinta-feira, dia 21 de outubro o município dá continuidade à aplicação da 2ª e 3ª dose da vacina para os seguintes grupos:

- 2ª dose: dos imunizantes Coronavac e Pfizer, de acordo com o prazo indicado no Cartão de Vacina;

- 3ª dose: pessoas idosas com 68 anos ou mais (vacinados com a 2ª dose há no mínimo seis meses); pessoas maiores de 18 anos com alto grau de imunossupressão (vacinados com a 2ª dose há no mínimo 28 dias); e profissionais de Saúde da linha de frente da pandemia (vacinados com a 2ª dose há no mínimos seis meses).
Lembrando que, em qualquer caso, as pessoas que foram positivadas para Covid-19 há menos de 30 dias, não poderão ser imunizadas neste momento.

Ass.Pref

RoyNews

IFPR-Paranavaí/ Lideranças comemoram possibilidade de aumento de professores e técnicos

A ampliação de pelo menos 25% no número de professores e técnicos, abrindo a possibilidade de novos cursos, com mais investimentos em infraestrutura no campus do Instituto Federal do Paraná (IFPR) em Paranavaí está sendo comemorada por lideranças da cidade que tiveram audiência com o ministro da Educação, Milton Ribeiro. O encontro, por videoconferência, foi agendado pelo deputado Filipe Barros, que já vem atuando para o campus abrigar uma unidade mista de pesquisa da Embrapa.
Os coordenadores da Sociedade Civil de Paranavaí (Socipar), Demerval Silvestre, Ivo Pierin Júnior, Edilson Avelar e Dante Ramos Júnior, o presidente da Associação Comercial Empresarial de Paranavaí (ACIAP), Rafael Cargini Filho, o diretor da Comissão Municipal de Combate a Drogas (Comud), Airton Melo e a diretor do campus, José Barbosa Dias Júnior, que participaram da audiência com o prefeito Carlos Henrique Rossato Gomes (Delegado KIQ) e o vice-prefeito Pedro Baraldi com o ministro, estão otimistas com o resultado da conversa. O reitor do IFPR, Odacir Zanatta também participou da reunião virtual.
“Foi muito produtiva e o Ministro ouviu atentamente os anseios e vontade tanto política como das entidades para que Paranavaí se torne o centro de decisões do Instituto Federal”, disse Avelar.

A audiência foi agendada para que as lideranças de Paranavaí pudessem apresentar ao ministro Milton Ribeiro o pedido para que, se for consolidada uma nova divisão administrativa do IFPR, que atualmente tem 26 campis no estado, com a criação de mais duas reitorias, que uma delas fosse instalada em Paranavaí.
Segundo o diretor Barbosa, a decisão de uma eventual divisão será tomada a nível de Brasília, mas a audiência serviu para mostrar as potencialidades do campus local e encaminhar um pleito para ampliação dos recursos humanos, com a alteração da tipologia do campus. A atual é de 70 professores e 45 técnicos. Mas uma comissão vai avaliar a possibilidade de ampliar para 90 professores e 60 técnicos, que é a mais próxima acima. É a tipologia que define o número de professores e técnicos em cada campus.

Se houver a promoção da tipologia abre-se a perspectiva de criação de novos cursos, admite Barbosa. “Mas aí vamos precisar de investimentos para ampliar e melhorar a infraestrutura”, explica.
A ampliação de professores e técnicos dará um up grade no campus e amplia também a possibilidade de implantação de uma Unidade Mista de Pesquisa da Embrapa, assunto que vem sendo tratado pelo deputado Filipe Barros e Ivo Pierin Júnior entre a empresa pública de pesquisa e o IFPR.

A eventual instalação da unidade de pesquisa e o convênio com a Embrapa trará benefícios a todo o setor produtivo regional. “Tudo será muito positivo. Vamos montar um grupo de trabalho para alinhar nossas demandas e possibilidades. O MEC acenou com a possibilidade de ampliação e temos que aproveitar a oportunidade. Esta participação das lideranças da sociedade civil neste processo fortaleceu a reivindicação. O ministro viu que a região está mobilizada”, disse o diretor.

Cargnin Filho também concorda que o fortalecimento do campuis do IFPR fortalece economicamente a região. “O mais importante é que este fortalecimento fixa na cidade nossos talentos, nossas potencialidades. E conseguimos atrair mais mão de obra qualificada, que atrai mais empresas”, comemora. “O benefício não é só local, mas regional”, acrescenta.
Cargnin manifestou satisfação em a ACIAP fazer parte da Socipar que luta para trazer benefícios para a região. “É um orgulho estar participando deste processo”, diz o presidente da ACIAP, que lembrar que “se não houver lutas, não há conquistas”.

De acordo com os coordenadores da Socipar, ainda que a cidade não seja contemplada com uma eventual Reitoria do IFPR, Paranavaí poderá ser contemplada com outras demandas tão importante quanto a disputada sede da Reitoria. “O deputado anfitrião Filipe Barros coordenou a reunião e enfatizou o grande carinho que tem por Paranavaí e que fará de tudo para atender as demandas da região de todas as áreas. Inclusive nos próximos dias o atuante Deputado visitará o Campus e juntamente com o Reitor e Direção identificarão as demandas e ações necessárias para aumentar o corpo docente e de servidores, elevando de patamar para receber novos cursos”, revelou Edilson Avelar..
Por Jorge Roberto/Ass.SOCIPAR

RoyNews

Chegou a sua vez de entrar na Unipar

O curso de Bacharelado em Farmácia da Universidade Paranaense (UNIPAR), Unidade Paranavaí, abre suas portas para que você possa conhecer um pouco de nosso curso. Segundo reportagem no Guia da Farmácia, o Brasil figura entre os 6 melhores mercados farmacêuticos do mundo, com inúmeras possibilidades de atuação profissional.

Neste contexto, permita-se imaginar no curso de Farmácia como uma grande paixão em sua vida, descobrindo as diversas áreas de atuação profissional. O profissional de Farmácia encontra diversas oportunidades, no mercado de trabalho, com mais de 70 áreas de atuação. O Farmacêutico tem pleno domínio para atuar em todos os setores de uma farmácia - da dispensação à manipulação de medicamentos. Ele está em hospitais, laboratórios de análises clínicas, em projetos de vigilância sanitária e outros. Pode, também, optar em seguir carreira acadêmica e contribuir no desenvolvimento de novas pesquisas científicas.
Incluso nestas está a indústria de cosméticos, como um todo, depende diretamente da atuação de profissionais da área de Farmácia, já que a Cosmetologia é uma das áreas da Ciência Farmacêutica. A fabricação e o desenvolvimento de cosméticos costumam movimentar grandes investimentos todo ano, mantendo um mercado sempre em alta.

Com o avanço das pesquisas da indústria farmacêutica, as oportunidades de atuação parecem cada vez mais promissoras. Na área de alimentos, os profissionais têm grande importância para a manipulação e sintetização de substâncias, processos que garantem que os alimentos sejam seguros e não se transformem em produtos nocivos á saúde.

Com mais de 25 anos de existência, o curso de Farmácia da Unipar busca formar profissionais comprometidos com a realidade nacional e com grande conhecimento científico para integrar o mercado de trabalho. Aqui, os acadêmicos encontram uma infraestrutura ampla e moderna, onde são apresentados a todas as particularidades da Farmácia. 

Além disso, com os projetos de pesquisa e extensão, os acadêmicos vivenciam a experiência prática da profissão, criando, experimentando e realizando atendimentos reais à comunidade, já nos primeiros anos da graduação. Um exemplo é a Farmácia da Partilha, projeto premiado nacionalmente, em que os alunos ofertam atendimento de qualidade à quem necessita. 

Para dar suporte a tudo isso, o curso conta com um corpo docente formado por especialistas, mestres e doutores que incentivam os alunos a alcançarem novos patamares do conhecimento. Aliado a estes, a UNIPAR é conveniada ao consórcio Sthem Brasil - Laspau/Harvard, para o uso e desenvolvimento das metodologias ativas de ensino, apoiadas por ferramentas da informação e comunicação.
Para complementação do ensino/aprendizagem, existem Projetos de pesquisa, ensino e extensão ao longo de todo o curso. Adicionalmente, disponibilizamos oportunidade de estágios remunerados por meio do Ciunem (Centro de Incentivo à União Escola Empresa) - prática profissional antes da formação;

No compasso desse crescimento, além de se preocuparem com a estrutura predial, os dirigentes da UNIPAR priorizam também investimentos em tecnologia. Clínicas, laboratórios e ambientes especiais para atividades práticas são todos montados com equipamentos de ponta, iniciativa que leva a UNIPAR para o rol das mais bem aparelhadas do Brasil. Nesse período, a UNIPAR também começa a dinamizar seus setores de pesquisa, de extensão e pós-graduação.

Acelerada, mas mirando sempre o futuro e firme no propósito de oferecer ensino de excelência, a UNIPAR entra neste terceiro milênio com mais de vinte mil alunos, consolidando-se como uma das maiores expressões do ensino superior do Paraná.

A UNIPAR JÁ ESTÁ COM AS INSCRIÇÕES ABERTAS PARA O VESTIBULAR 2022 E PARA O TOP 50 NO QUAL VOCÊ CONCORRERÁ A BOLSAS DE ATÉ 100%. INFORMAÇÃO WWW.UNIPAR.BR - 08006014031 OU EM PARANAVAÍ

PELO TELEFONE (44) 34214000 OU PELO WHATSAPP (44) 3421-4029

CHEGOU A SUA VEZ DE SER UNIPAR

Ass.Unipar

RoyNews

Atleta paranavaiense vence prova de 5 km nos Jogos Abertos do Paraná

O atleta paranavaiense paranavaiense Carlos Henrique de Souza, o Carlinhos, 30 anos, participou, no último final de semana, dos Jogos Abertos do Paraná, realizado em Cascavel e conquistou duas medalhas em provas de pedestrianismo. Foi ouro no percurso de cinco mil metros com o tempo de 15 min 10 seg e na prova de 1.500 ficou com bronze, com o tempo de 4 min 3 seg.
Carlinhos, que é patrocinado pela Podium Alimentos, está se preparando para outras duas provas importantes: a Corrida da Tribuna FM, em Santos, São Paulo, que será realizada no dia 21 de novembro e terá um percurso de 10 mil metros e a 96ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre, a tradicional prova a ser realizada no último dia do ano. O percurso é de 15 km com início e fim na avenida Paulista, passando por vias da região central de São Paulo.
Ano passado, por conta da pandemia da Covid-19, a prova não foi realizada. Em 2019, Carlinhos ficou em 19° lugar da São Silvestre e a meta agora é ficar entre os 12 primeiros colocados e depois disputar as grandes maratonas do mundo.
Por Jorge Roberto

RoyNews

Crianças nos berçários dos CMEIs e CEIs de Paranavaí a partir de segunda-feira(25)

A partir da próxima segunda-feira, dia 25 de outubro, todos os CMEIs (Centros Municipais de Educação Infantil) e CEIs (Centros de Educação Infantil conveniados) de Paranavaí começam a receber as crianças matriculadas nas turmas de Berçário I e II para o ano letivo de 2021. A previsão da Secretaria Municipal de Educação é de que aproximadamente 500 crianças da faixa etária de 4 meses a menores de 3 anos (2 anos, 11 meses e 29 dias) retornem ao atendimento presencial nas turmas de Berçário a partir da próxima semana.
Segundo a secretária Adélia Paixão, “todos os Centros de Educação Infantil, sejam os da rede municipal ou os conveniados, já estão preparados, equipados com todos os itens de segurança e organizados para receber as crianças do Berçário. A exemplo de todas as outras turmas, o retorno das crianças menores também será realizado respeitando todo o protocolo de segurança, garantindo a integridade física, mental e sensorial de todos”, destaca.
O cronograma de retorno às aulas presenciais foi retomado no dia 2 agosto com as turmas de 3º ano. No dia 16 de agosto foi a vez dos alunos do 2º ano voltarem às aulas presenciais. Os alunos do 1º ano retornaram no dia 23 de agosto; os do Infantil 4 e 5 (matriculados nas escolas, CMEIs e CEIs) voltaram no dia 30 de agosto; os do Maternal II (matriculados nos CMEIs e CEIs) retornaram no dia 13 de setembro; e, por fim, os do Maternal I (matriculados nos CMEIs e CEIs) voltaram às aulas presenciais no dia 20 de setembro.
Ass.Pref

RoyNews

Responsive Full Width Ad

Copyright © 2018 Roy News | Du Pessoa Serviços Digitais (73) 9 8888 1488
close button
Anuncie